Aprenda a calcular frete, como definir políticas ligadas ao frete grátis e os diferentes tipos de carga e entrega

Escolher os mais diversos produtos, encher o carrinho, sonhar com a entrega e se decepcionar com o valor do frete a ponto de desistir da compra é uma rotina frequente e muito recorrente dos consumidores brasileiros de comércio eletrônico. Tal hábito prejudica não só os lucros financeiros no fim do mês como também a popularidade da empresa perante o público.

De acordo com a Moosend, uma plataforma de automação de marketing, o valor do frete é o responsável por 60% dos abandonos de carrinho atualmente. Neste sentido, os e-commerces do país estão buscando cada vez mais alternativas eficazes e produtivas para lidar com o principal desafio em relação às compras online: o frete alto.

Prossiga com a leitura e aprenda a calcular frete, como definir políticas ligadas ao frete grátis e conheça os diferentes tipos de carga e entrega mais populares no Brasil. Boa leitura!

A importância do frete e o impacto positivo na experiência do usuário

Para a experiência do usuário ser satisfatória, alguns fatores devem ser levados em consideração. Ao mesmo tempo em que o cliente deve se sentir valorizado, a empresa deve oferecer benefícios e diferenciais para garantir que o consumidor não abandone o carrinho no instante crucial de todo processo do e-commerce: o de finalização do pagamento.

Confira as principais causas de abandono de carrinho no processo de compras online:

  • Valor elevado de frete;
  • Custos inesperados, como taxas e cobranças sem aviso prévio;
  • Complicações de navegação no site;
  • Burocracia na hora do pagamento;
  • Falta de segurança;
  • Prazos de entrega muito extensos.

Assim, se a empresa se dedica em fazer com que o cliente conclua seu processo de compras, nada impedirá que aquele consumidor compre o que deseja. Para isso, os e-commerce hoje estão enfrentando desafios relacionados ao cálculo correto do frete e à estipulação adequada dos prazos de entrega, a fim de satisfazer o público e não decepcionar seus clientes.

Sendo o frete o principal motivo para o abandono do carrinho e o maior empecilho para o cliente permanecer comprando num determinado site, é importante para a empresa saber calcular o fretamento, tanto para reter o cliente quanto para não assustá-lo nem afugentá-lo com valores exorbitantes. Confira:

Aprenda como calcular o frete

O valor estipulado do frete não pode causar prejuízos para nenhuma das partes envolvidas no processo de compras online. O consumidor que classifica o preço  como inadequado pode desistir do produto mesmo que já o tenha adicionado ao carrinho, ocasionando assim perda de lucro para a empresa.

Então, para calcular o valor do transporte corretamente e indicar no seu site, você precisa primeiro levar em consideração alguns elementos: custos de produção e de entrega, gastos com combustível, seguros, manutenções, salários dos colaboradores e as demais despesas que você possa considerar no planejamento estratégico, para depois estipular um valor que faça sentido não só à empresa, mas também para o cliente — assim ninguém sai perdendo.

Além disso, as transportadoras de maneira geral costumam ter taxas próprias para estipulação de valores de frete, as quais variam de acordo com distância percorrida na entrega das mercadorias, peso da encomenda, dimensões do pacote, quantidade de itens e etc.

Conheça os diferentes tipos de cálculo de frete:

Pelos Correios

O transporte feito pelos Correios é o mais utilizado no Brasil, pois considera o peso da encomenda e o trajeto percorrido na entrega. O que pouca gente sabe é que o frete dos correios e transportadoras possuem o mesmo formato de cobrança: calculando a distância entre o CEP de origem e o de destino, além de considerar o peso da mercadoria.

De acordo com o valor da compra

Outra forma também muito utilizada é o frete de acordo com o valor da compra compensado no preço do produto que tenha uma margem de lucro maior para a empresa, sendo descontado na taxa de entrega ou diluído no custo final. Essa prática também contribui para o aumento do ticket médio e influencia os consumidores a comprarem mais itens numa mesma loja a fim de aproveitar o valor do frete.

Por conta do cliente

Nessa especialidade, o cliente paga pelo frete de forma integral, de modo que a empresa se exime desse custo. Embora seja uma escolha um tanto arriscada, uma pesquisa realizada pela Global Consumer Insights indica que, hoje, os consumidores estão dispostos a pagar por um frete mais alto em troca de uma entrega mais rápida, por isso a prática do Same Day Delivery tem se tornado cada vez mais popular entre os e-commerces.

Por conta da empresa

Este é o famoso frete grátis, aquele que tanto atrai o público e que muitas vezes fideliza o cliente no comércio eletrônico. Oferecer frete grátis, no entanto, não é uma opção simples de se tomar, nem algo que seja implementado da noite para o dia — a prática demanda muita estratégia e planejamento prévio para que não ocorram prejuízos. A empresa que opta por esse tipo de serviço precisa se preparar muito bem antes de divulgá-lo.

Aprenda como definir políticas de frete grátis:

Como definir políticas de frete grátis

Uma vez que o frete é um dos fatores de permanência e também de desistência dos consumidores no processo de compras online, as empresas precisam oferecer soluções cada vez mais satisfatórias para reter um público tão exigente. Uma dessas soluções é o frete grátis, que funciona como um forte atrativo para aumentar as vendas eletrônicas.

Hoje, dado o aumento no volume de pedidos e o crescimento do e-commerce, os clientes buscam empresas que ofereçam frete grátis. Mas, como essa prática deve ser lucrativa para ambos os lados, existem três fatores essenciais que devem ser levados em consideração para definir políticas de frete grátis. São eles:

  • O melhor momento para implementar as campanhas;
  • Quais clientes possuem maior potencial de compra;
  • Período de duração da promoção.

É preciso ter sinergia de processos e prestar atenção em informações como os custos de entrega, preços de produtos, estoques e contabilidade para possuir um sistema de gestão eficiente e conseguir estipular uma política de frete grátis que funcione. Confira algumas opções de frete grátis:

  • Frete grátis para todos os itens de e-commerce;
  • Apenas para itens que oferecem grande margem de lucro;
  • Apenas para produtos de fácil distribuição (lembre-se de deixar logística em dia caso escolha essa opção);
  • Somente para compras a partir de determinado valor;
  • Gratuidade na entrega em períodos sazonais (datas comemorativas são uma ótima escolha, como Dia das Mães, Natal e etc);
  • Frete grátis para estados vizinhos ou estados parceiros da transportadora responsável pela entrega.

Independentemente do que você escolher, o importante é que o cliente se sinta valorizado e considerado durante a experiência do usuário. Isso fará com que ele se satisfaça facilmente com o serviço e com o resultado da entrega, assim como garantirá que ele retorne para fazer novas compras.

O frete grátis é apenas um dos agrados que a empresa pode oferecer ao cliente. Em questão de relação comércio/consumidor, todos os cuidados são necessários e nenhuma medida para estreitar o relacionamento é considerada um exagero. Dentre os inúmeros benefícios da implantação do frete grátis na companhia, constam o aumento das vendas, a fidelização dos clientes, a elevação do tráfego no site e a expansão da competitividade no mercado.

Diferentes tipos de carga e entrega

 

Tipos de entrega que estão em alta

Same Day Delivery

Entrega Expressa

Entrega Standard

Next Day

Agora que você já sabe calcular o frete e como definir políticas de frete grátis, está na hora de estabelecer parceria com quem realmente entende do assunto. Solicite um orçamento na Diálogo Logística.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A logística como fator competitivo no e-commerce

Segundo pesquisa da Lett, “96% dos e-commerces no Brasil não oferecem uma boa experiência de...

Como reduzir custos logísticos em sua operação online

Quando se fala em redução de custos logísticos no e-commerce, precisamos interpretar como: benefícios para...