Blog
Diálogo
Logística Inteligente

importância da logística

A importância da logística: qualidade na entrega versus preço do serviço

em por

“O amargo da pouca qualidade fica muito tempo após o doce do preço baixo ser esquecido.” As palavras de Benjamin Franklin ainda no século 18 mostram que a busca por um preço mais competitivo não é uma exclusividade dos modelos de negócios atuais. São, na verdade, uma realidade desde que o comércio começou a se solidificar, séculos atrás. A sentença também aponta, no entanto, que há mais de 200 anos, olhar apenas para o valor de um serviço em detrimento de todos os outros fatores traz consequências sérias no produto final e, voltando para o presente, na fidelização de clientes.

Na área de logística a situação não é diferente. Com a intensificação da globalização, muitas empresas do setor se concentraram apenas na redução de custos e começaram a oferecer serviços a custos baixíssimos, desafiando os critérios de qualidade exigidos pelos fornecedores. Já outras se focaram tanto na qualidade e na personalização para um nicho que perderam valores astronômicos.

Mas o consumidor de hoje em dia quer as duas caraterísticas. Ou melhor: ele quer um custo-benefício que consiga imprimir qualidade à entrega com um preço acessível. E isso pode ser, sim, encontrado.

A importância da logística para o sucesso dos negócios no cenário atual

Os custos logísticos no Brasil são exorbitantemente altos devido à infraestrutura ruim e à falta de diversificação nos modais oferecidos para distribuições dentro do território nacional. Isso faz com 18% PIB anual seja voltado para este fim, frente aos 10% na maioria dos outros países.

Essa quantia se reflete em um acréscimo de até 30% no valor dos produtos que chegam aos consumidores. Por isso, o desafio dos operadores logísticos, hoje, é reduzir esse montante e se tornar cada vez mais uma área que agrega competitividade às empresas, não mais um centro de custos.

Por isso, cada vez mais os grandes players do mercado têm se apoiado na terceirização de seus departamentos de logística e em tecnologia.

Alguns avanços do setor que podem ser comentados são, por exemplo:

– Inteligência de dados para otimização de rotas e melhor uso da frota à disposição;

– Sistemas de rastreamento de veículos e cargas ligados tanto às centrais dos operadores logísticos quanto das empresas contratantes;

– Utilização de softwares de alto rendimento para a transmissão de dados em tempo real entre as partes para trazer ainda mais agilidade aos processos;

– Uso de sistemas de gerenciamento de transportes (TMS) que automatizam processos como cálculo do frete, agendamento de entregas e auditoria de faturas.

Essas ações conseguem reduzir significativamente os custos operacionais do trabalho logístico, possibilitando reduções dos preços praticados para o consumidor final ao mesmo tempo em que garantem um alargamento da margem de lucro das empresas.

A equação perfeita entre qualidade e preço

Quantas vezes a logística se mostrou um fator determinante no seu processo de escolha como consumidor? Quantas vezes a possibilidade de um frete grátis não o fez comprar um produto a mais, ou o fato que determinada loja não entregava no seu destino o fez desistir de uma compra que desejava muito?

Essas situações mostram que não apenas qualidade tampouco preço são fatores únicos no processo de decisão dos consumidores finais e também não deveriam ser das empresas.

A busca deve sempre estar voltada para uma equação que coloca tanto a qualidade do serviço (com personalização, capilaridade geográfica, capacidade de expansão, atendimento ao cliente e features extras) quanto o preço em pé de igualdade.

No fim, a busca é sempre por um custo-benefício. E neste quesito a Diálogo Logística tem um diferencial imbatível no mercado. Confira!

1 Comentário

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *