Inteligência Artificial para E-commerces: o que você pode esperar de novidades para os próximos anos

Por mais que pareça que a Inteligência Artificial (IA) esteja distante do nosso dia a dia, o mercado já a utiliza para diversas funções em comércios, indústrias e gestão. Uma de suas aplicações mais eficientes é a favor dos e-commerces e sua árdua tarefa de serem bem sucedidos na internet.

Como aliada dos e-commerces, a IA pode gerenciar tarefas diárias, das mais complexas às mais fáceis, poupando o tempo de trabalho operacional e liberando as equipes para pensarem estrategicamente.

Muitas das funcionalidades dos e-commerces hoje já funciona com IA, mas podemos esperar novidades nos próximos anos. Pensando nisso, trouxemos quatro recursos que ajudarão a melhorar a experiência do seu cliente e seu desempenho como loja online.

 

 

Busca Visual

Uma das formas com que a IA tem modificado os e-commerces é por softwares de busca visual. Com esse tipo de busca, o usuário faz upload de uma imagem e o sistema busca um produto com exata correspondência ou semelhante.

Assim, quando o cliente carregar a foto de um sapato vermelho, por exemplo, o sistema mostrará todos os sapatos vermelhos em estoque se pareçam com a foto carregada. Essa é uma forma de simplificar a procura, especialmente quando o usuário está em busca de algo específico e não sabe quais palavras-chave usar.

 

 

Mescla do online com o offline

O uso da Inteligência Artificial modificará, até mesmo, a relação do online com o offline, especialmente se estivermos falando de um e-commerce que também tenha uma loja física. Nesse caso, o papel da IA será de diminuir a barreira entre os dois estados, utilizando ambas para alimentar um único CRM.

O comportamento do cliente offline, então, por exemplo, será levado em conta para sugerir produtos na loja online, enquanto a mesma coisa acontecerá vice-versa. Automaticamente, o CRM ficará mais rico de informações, personalizando a experiência do cliente.

 

 

Personalização de recomendação

Hoje, a personalização de sugestões nos e-commerces acontece por grupos. Ou seja, se um grupo de pessoas colocou um item na sacola e, em seguida, visualizou um segundo item, as chances de o sistema sugerir o segundo item para quem visualizar o primeiro é grande.

Com softwares de Inteligência Artificial, essa recomendação acontece de maneira mais personalizada. O usuário terá esse tipo de recomendação baseada em seu próprio histórico de navegação no site, preferências de compra e perfil. Uma recomendação com chances de venda muito maiores.

 

 

Monitoramento de preços da concorrência

Por meio de softwares, a Inteligência Artificial também pode fazer o papel de pesquisa e comparação de preços da concorrência. Mas não apenas isso. A IA poderá, também, atualizar automaticamente os preços do seu e-commerce para se tornarem mais competitivos.

Essa precificação dinâmica aconteceria de acordo com certos parâmetros configurados pelo próprio e-commerce, mas a intenção é intensificar a competitividade e aumentar as chances de conversão.

Mesmo que estas funcionalidades possam parecer desafiadoras, os e-commerces só têm a ganhar investindo em inteligência artificial e automação de processos. Se quiser entender melhor a relação da IA com a logística, leia este artigo.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Vendas on-line impulsionam os negócios em época de crise

Entenda como os recursos digitais conseguiram salvar as vendas Em tempos de crise, os consumidores...

Três dicas para evitar roubo de cargas

Saiba como minimizar riscos de assaltos a centros de distribuição e durante trajeto das entregas...