Blog
Diálogo
Logística Inteligente

Saiba o que é CAC e porque você deve se preocupar com ele

em por

Empresas que vendem em ambientes virtuais podem ter uma dificuldade para calcular seu custo de aquisição por cliente ou até achar que essa métrica não é relevante para o negócio. Porém, entender quanto custa um cliente pode ser o fator que vai determinar se o seu negócio será um sucesso ou um fracasso.

O que é CAC?

O custo de aquisição por cliente (CAC) deve mostrar o valor exato que sua empresa gasta para conquistar um novo cliente. Esse custo envolve marketing, vendas e custos operacionais. Se seu negócio é apenas virtual (não possui loja física), provavelmente você não tem custos com vendedores. Então considere apenas o que é investido em divulgação e operação, como os custos com entrega e devoluções de produtos, por exemplo. Somando esses valores e dividindo pelo número de clientes adquiridos no período, você terá o seu CAC.

Por exemplo: Em um mês sua empresa investiu R$1.000,00 em marketing, teve um custo operacional de R$4.000,00 e gerou 50 novos clientes. Podemos representar matematicamente assim: (1.000+4.000) ÷ 50 =100. O seu custo de aquisição por cliente é R$100. Simples, certo.
O CAC permite que você visualize os resultados do seu retorno sobre o investimento (ROI), tenha uma visão mais detalhada do negócio e pode apontar onde estão seus maiores custos, para que você avalie como pode trabalhar para fazer sua empresas crescer. Esse cálculo mostra se sua loja está saudável financeiramente e o quanto você pode investir para adquirir novos clientes.

Como saber se o CAC está adequado?

Não há um valor exato para o CAC ideal em todos os negócios. O custo de aquisição de uma loja de carros tende a ser muito maior que uma loja de roupas, por exemplo. Para calcular um CAC saudável, tenha em mente o seu ticket médio. O ticket médio ser maior que o CAC, só assim você está tendo lucro.

O que fazer quando o CAC é maior que o ticket médio?

Segundo a pesquisa Demografia das Empresas, realizada com base em dados do Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) e divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 2017, de cada 10 empresas abertas, 6 encerram suas atividades antes de completarem 5 anos de funcionamento. Esse dado se mantém há 20 anos e um dos principais motivos é a falta de entendimentos dos custos operacionais por parte dos empresários, que só percebem que o negócio vai mal quando a situação já saiu do controle e não há outra saída sem ser fechar as portas.

Por isso, identificar o custo de aquisição do seu cliente é fundamental. E quando

esse custo vai mal, é preciso analisar onde é possível melhorar. Segundo o estrategista executivo Jay Abraham existem três maneiras de aumentar o lucro de um negócio: aumentando a quantidade de clientes, aumentando o valor de cada venda e aumentando a frequência de vendas por cliente. Para aumentar a quantidade de clientes, é preciso investir mais. Se esse não é um caminho possível, você deve melhorar a experiência do seu cliente para aumentar a taxa de retenção e o ticket médio.

Como melhorar a experiência do cliente?

Tenha em mente que melhorando a experiência do seu cliente, você precisará investir cada vez menos em marketing e seu CAC será cada vez menor, pois, se seus clientes estão satisfeitos com seu produto e o serviço envolvido, eles voltarão a comprar e ainda farão marketing gratuito para a sua empresa, o famoso marketing boca a boca! Por isso, para melhorar a experiência, é preciso, além de um produto de qualidade, um serviço agregado de excelência. Tenha cuidado na comunicação com seu cliente, fornecendo a ele informações precisas e completas sobre confirmação de pagamento e rastreio online dos produtos comprados. Após a confirmação da compra, continue monitorando suas vendas, a fim de saber se seus produtos estão sendo entregues no prazo estabelecido e sem avarias.

Lembre-se, ainda, que o Direito do Arrependimento (Art. 49 do Código de Defesa do Consumidor) permite que o cliente desista da compra até 7 dias depois do recebimento do produto. E é você que precisa cuidar dessa logística de devolução.

Você está preparado para oferecer a melhor experiência para o seu cliente? Afinal, lojas online existem muitas, como você está fazendo para ser a melhor opção?

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *